Imprensa

Pastel e costelinha de porco no novo Madero. Pode? Pode, sim

20/10/2012 - Postado por KRD Arquitetura

Baby back ribs. as costelinhas de porco do novo Madero. Essa aqui, com um polaquíssimo molho de raiz forte.

 

Desnecessário entrar em detalhes sobre o novo Madero, o do Batel, 17ª unidade inaugurada na rede do restaurateur e chef Junior Durski. Todo mundo já falou, todo mundo já escreveu e a inauguração da nova casa teve todo o brilho que um empreendimento de sua grandeza merece.

Realmente a casa é muito bonita (o bom gosto da Kethlen Ribas Durski é inquestionável) e já me chamou a atenção de pronto pela enorme mesa de prancha única logo na entrada, na sala de espera. É uma peça só de um tronco de oito metros. Inteiriça, de garapeira, vinda do Mato Grosso do Sul. Lá dentro, no salão que pode ser reservado para eventos, tem outra menor. Deslumbrante talvez não seja um adjetivo exagerado para o visual da nova casa.

Mas como o negócio nosso aqui são principalmente os bons sabores, vamos a eles, que diferenciam o novo Madero dos demais. Pelo menos por enquanto, já que a ideia de Durski é incluir os pratos novos nas demais unidades. A começar pelos pasteizinhos servidos como entrada e aperitivo. E aí cabe um capítulo especial.

Junior Durski talvez seja um dos mais fanáticos consumidores de pastel de que tenho conhecimento. Lembro-me de conversa que tivemos anos atrás, quando me traçou um mapa de todos os melhores pastéis da cidade, especialmente os de feira, os seus favoritos. E até hoje vai atrás deles, depois da longa caminhada matinal, feira a feira. O preferido é o do Tadashi, massa fina e crocante, recheio na medida – nem pouco como o vento nem demais a tirar o sabor e a textura da massa. Tadashi está nas terças na feira da Praça Ouvidor Pardinho, às quartas no São Francisco (Rua Davi Carneiro), na sexta na Rua Coronel Dulcídio e aos sábados na feira de automóveis do Pinheirão.

Mas o mais curioso foi o que Durski me explicou depois. Considera o pastel da banca da Hati o segundo melhor da cidade, pelo fato de a massa ser um pouco mais espessa, mas também é consumidor frequente – aos sábados, na feira da Silva Jardim, e às quintas no Carmo. Só que a Hati é quem fornece a massa pro Tadashi. Um pouco mais fina, a pedido dele. E agora também fornece a mesma massa ao Madero, para a produção dos pastéis que estão sendo servidos na nova casa.

As costelinhas

O espaço recém-inaugurado também tem outras exclusividades, como algumas massas (fettuccine ao sugo ou com lascas de bacalhau), o Cheeseburger de pernil de leitão e as Baby Black Ribs, costelinhas de porco que fizeram muito sucesso na noite especial de inauguração. Elas se desmancham de tão macias e são oferecidas com três tipos de molho, a critério do cliente.

Das opções, a mais conhecida delas é a que vem com molho Barbecue. Seria uma pretensão de concorrência direta com o Outback Steakhouse, que tem nesse prato um dos destaques principais de seu cardápio? Durski diz que não e que pretende apenas atender ao desejo de quem aprecia esse estilo agridoce que tanto agrada aos norte-americanos. Mas o trunfo principal está no tamanho da peça servida. Enquanto no Outback a costelinha tem sete ossos (prato para duas pessoas), a do Madero tem apenas quatro e serve uma pessoa. Ou seja: não obriga duas pessoas a comerem a mesma coisa e tampouco a uma só comer possivelmente além da conta.

Por mim – gosto pessoal – escolheria uma das outras duas versões. Tem uma de ervas que é bem interessante, bem aromática, equilibrando os sabores da carne com o molho. Mas a que mais me impressionou foi a costelinha com molho crem (acho que no cardápio está escrito krim, que também se usa), que é a raiz forte tão consumida entre os eslavos e os alemães. E a versão que o Madero tem é aquela bem polaca, vermelha, pela adição de beterraba, a raiz tuberosa mais difundida entre eles.

Mas, seja como for, com qualquer uma delas o cliente deve sair satisfeito. Razão mais que suficiente para conhecer o caçula da rede de Durski com seus pratos exclusivos.

(Ah, sim, enquanto me lembro: o novo restaurante também tem todos os sanduíches e pratos tradicionais das demais unidades da rede.)

Madero Batel
Avenida Bispo Dom Jos̩, 2.377 РBatel
Fone: (41) 3014-0600

Fonte: Gazeta do Povo

Av. Jaime Reis, 254 • São Francisco • Curitiba - PR • CEP 80.510-010 • +55 41 3324 1801 • contato@krdarquitetura.com.br